CEARA-MIRIM
 
 

 

Ideb mostra que Nordeste é a região que mais necessita de investimento em educação

Érica Santana, Juliana Andrade e Marcela Rebelo
Repórteres da Agência Brasil
 

envie por e-mail
imprimir
comente/comunique erros
download gratuito

Brasília - O ranking da qualidade do ensino público do país comprova que a Região Nordeste é a que necessita de mais investimentos na área de educação. De cada dez municípios incluídos entre os que têm os piores indicadores nas primeiras séries do ensino fundamental, oito estão no Nordeste. 

O levantamento foi  feito com base no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado pelo Ministério da Educação (MEC). Esse indicador, que varia de 0 a 10, leva em consideração o rendimento escolar e a média dos alunos no Sistema Nacional de Avaliação Básica (Saeb) e na Prova Brasil. 

Segundo o Ministério da Educação, para ter sistemas educacionais com qualidade equivalente à dos países desenvolvidos, o Ideb deve ser de pelo menos 6,0. Atualmente, a média brasileira é de 3,8. 

O governo federal fez o mapeamento dos mil municípios com pior desempenho, que deverão receber R$ 1 bilhão ainda este ano. A Bahia foi o estado que apresentou a maior quantidade de municípios com notas mais baixas: 205. O município com pior desempenho foi Maiquinique, com Ideb de 0,69. Só perde para Ramilândia, no Paraná, cujo índice foi de 0,3.

Depois da Bahia, os estados com maior quantidade de munícipios com piores indicadores são Paraíba (108 municípios), Rio Grande do Norte (100) e Piauí (90). Em seguida, vêm Maranhão (82); Alagoas (74); Pernambuco (63); Sergipe (49) e Ceará (36). 

Dos mil municípios que devem receber verbas para melhorar a qualidade da educação, 150 estão na Região Norte. No Centro-Oeste, o número cai para 30; no Sudeste para sete; e no Sul para seis.

Veja abaixo o ranking das regiões:

Região

 Nº de municípios na lista

 dos mil com piores índices

Município com pior Ideb
Nordeste 807 Maiquinique (BA) - 0,69
Norte 150 Envira (AM) - 1,17
Centro-Oeste 30 Itaúba (MT) - 0,74
Sudeste 7 São João do Pacuí (MG) - 2,49 
Sul 6 Ramilândia (PR) - 0,3 

Fonte: Ranking baseado em dados do Inep/MEC

Veja abaixo o rankingo dos dez municípios com pior Ideb:

Município Ideb
Ramilândia (PR) 0,3 
Maiquinique (BA) 0,69
Itaúba (MT) 0,74 
Aquidaba (SE) 0,97 
Biritinga (BA) 1,17 
Envira (AM) 1,17 
Nova América da Colina (PR) 1,17
Itarantim (BA) 1,36 
Tonantins (AM) 1,36 
Inhambupe (BA) 1,39 

Fonte: Ranking baseado em dados do Inep/MEC