Bush e Ceara Mirim
 

 

Bush e Ceara Mirim

A recente visita do presidente americano foi destaque na imprenssa mundial, como também as manifestações contrárias a  Bush. Nessa visita ,   o  presidente americano Jorge W. Bush firmou uma

parceria com o governo brasileiro sobre o etanol. O objetivo do acordo  é aumentar a produção de etanol no Brasil e levar a tecnologia brasileira para países da América latina. O Brasil  é  o líder mundial na produção de etanol, seguido pelos Estados unidos. Juntos ,  Brasil e Estados Unidos são responsáveis por 75% da produção mundial de etanol.

      A diferença do etanol brasileiro para o americano  é  que o brasileiro  é  feito da cana-de-açúcar, enquanto que o etanol americano  é  feito do   milho. O etanol  proveniente  da cana-de-açúcar  é  tres vezes mais eficiente que o produzido do milho. A diferença principal est á  no preço ;  o etanol brasileiro  é  tres vezes mais barato que o etanol americano. O Brasil também   é  líder na exportação de etanol, enquanto a produção americana não  é  suficiente para atender sua demanda interna. O produto brasileiro  é  super taxado para entrar no mercado americano, isso dificulta a exportação brasileira devido a uma concorrência desleal com o produto americano. A gasolina brasileira tem em torno de 23% de etanol, enquanto que a americana tem até  10%. No Brasil 2 em cada 3 carros vendidos são flexpower, estes podem utilizar tanto etanol  quanto  gasolina. Nos Estados Unidos não existem carros que usem apenas etanol.

         O grande trunfo do etanol  é  que ele  é  feito de fonte renováveis, enquanto que os demais combustíveis são feitos de fonte fósseis como o petróleo. O petróleo está  presente ,  em grande  escala,  em países do oriente médio, que estão em constante tensão,  bem como em países como a Venezuela ,  que tem a  frente o presidente Hugo Chaves,  o maior rival   do Governo americano na América do Sul. Mas o que a recente viagem do presidente Americano tem  a ver  com Ceará   Mirim? Ceara mirim sempre foi conhecido por sua produção de açúcar e etanol. A usina açucareira  vale do Ceará  Mirim já foi uma empresa muito  importante para  o município. Hoje  encontra -se em visível  decadência.  A atual situação não parece ter como causa a falta de mercado,  já que este está em constante crescimento, mas sim  por  problemas administrativos. Se bem aproveitado pela empresa , esse retorno do álcool combustível pode gerar empregos para  todo o Município.  Em consequência, o dinheiro em circulação aumentaria, criaria condições para que outras empresas se instalasem na cidade, gerando uma provável melhoria na qualidade de vida da população.

      É claro que existem os críticos , que  defendem a idéia de  que isso só beneficiara os empresários e  que  a maioria  das pessoas  só seria  contemplada com empregos perigosos, como "cortador de cana" . Isso é seguramente o outro lado da situação. Mas, para que isso mude é necessário, pelo menos, que o Município retome seu posto de grande produtor e exportador. Ou será que ninguém mais se lembra que Ceará Mirim já ocupou a honrosa posição de terceira cidade mais rica do Rio Grande do Norte? Quanto aos cortadores de cana, que trabalham sem as mínimas condições de segurança, e  ainda são  muitas vezes  submetidoss a  uma carga laboral sobre-humana, cabe aos sindicatos lutarem por melhores condições de trabalho. O mesmo princípio precisa ser defendido, no sentido das empresas oferecerem qualificação para esses funcionários.

      Críticas à parte, é necessário que se tenha em mente a luta pela obtenção de mais postos de trabalho no Município, bem como a formação de grupos organizados que defendam os direitos dos trabalhadores. O que não se pode fazer é deixar passar o cometa da valorização do etanol, sem pegar uma carona.Se os governantes têm a mesma visão, defendida nesse texto, só esperando, para ver.

 

escrito por jailson nascimento

                e Veronica Fernandes