Arquivos
 
 

23/3/07

Pesquisa aponta que borra de café pode matar mosquito transmissor da dengue

 




Brasília - Pesquisa realizada pela bióloga Alessandra Laranja e pela professora Hermione Bicudo, do Instituto de Biociências da Universidade Estadual Paulista (Unesp), aponta que a borra de café (o pó que fica após a passagem da água fervente) pode matar o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue.

A pesquisa teve início a partir da descoberta de que a cafeína, uma das substâncias tóxicas encontradas no café, causa problemas na reprodução da mosca drosófila, mais conhecida como "mosca da fruta".

Os pesquisadores decidiram, então, fazer o teste em larvas do Aedes Aegypti. E a experiência deu certo. Hermione Bicudo explica: "A cafeína não deixa a larva prosseguir no desenvolvimento, porque o Aedes aegypti é um inseto holometábolo, como a gente diz. Ele tem as fase do ovo, de larva, de pulpa e adulto. Se a larva não se desenvolve até a pulpa, ela nunca vai dar um adulto. Então, o que a borra do café faz é um bloqueio do desenvolvimento da larva”.

A vantagem de usar a borra de café como alternativa, segundo a professora, é que o produto não mata a planta e pode ser usada como adubo, ao contrário de substâncias como o cloro, o sal e os inseticidas.

Para preparar o inseticida alternativo, basta colocar quatro colheres de sopa cheias de borra de café em um copo com água. A professora Hermione Bicudo ensina ainda que “é preciso trocar a borra de café a cada sete dias, pois após este período, a cafeína perde seu efeito”.

Dados do Ministério da Saúde apontam que a estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) é a de que entre 50 e 100 milhões de pessoas sejam infectadas pela doença anualmente, em mais de cem países, exceto os da Europa. Aproximadamente 20 mil morrem em conseqüência da dengue e cerca de 550 mil doentes precisam de hospitalização.

No Brasil, o Programa Nacional de Controle da Dengue implantado em 2002 prevê a elaboração de programas permanentes, "uma vez que não existe nenhuma evidência técnica de que a erradicação do mosquito seja possível, a curto prazo".

Segundo o ministério, no primeiro semestre de 2004 verificou-se no país uma redução de 73,3% nos casos da doença, em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo a Secretaria de Vigilância em Saúde do ministério. Foram notificados 84.535 casos, contra os 299.764 de igual período em 2003.

Kátia Paiva
Da Rádio Nacional da Amazônia

http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2007/01/21/materia.2007-01-21.6378945290/view

22/3/07

MOVIMENTOS DA IGREJA CATÓLICA

 

Equipes de Nossa Senhora

 

HISTÓRIA - Em 1938, um jovem padre de Paris, Henri Caffarel, recebe a visita de uma senhora que desejava lhe falar sobre sua vida espiritual. Alguns dias depois, ela volta, acompanhada do marido. A seguir, esse casal apresenta o Padre Caffarel a outros três casais. Repletos de amor e cristãos convictos pedem a ele que os guie em busca de viver o seu amor à luz da sua fé. "Façamos o caminho juntos" responde-lhes o Padre Caffarel, e dessa maneira, o projeto de se reunirem para refletir em comum sobre o matrimonio estava lançado. Pouco a pouco, os olhos destes jovens casais descobrem o lugar privilegiado do casal nos desígnios de Deus. Simultaneamente, fazem experiências de vida comunitária onde se realiza a promessa de Cristo de estar presente. A vida deles progride através da abertura aos outros, na união a Deus, entre os esposos e entre os casais. De 1939-1945  a experiência se expande.  Em 1947 o Movimento se organiza e a  partir de  1950  ultrapassa fronteiras lingüísticas e chega ao Brasil.

Em Ceará-Mirim existem atualmente  três Equipes, denominadas: N. Sra da Conceição, N.Sra. Aparecida e N. Sra. da Rosa Mística. Uma equipe é constituída por cinco a sete casais e assistida por um sacerdote conselheiro espiritual, (o vigário paroquial Padre Francisco de Assis).  Os convidados a participar  de uma equipe são cristãos unidos pelo Sacramento do Matrimônio validado aos olhos da Igreja Católica que: exprimem sua vontade de pertencer ao Movimento; aceitam tomar parte na vida comunitária da equipe e do Movimento; comprometem-se a ser fiéis ao espírito e a colocar em prática os métodos das Equipes de Nossa Senhora; respeitam a liberdade de consciência dos outros equipistas e as suas diferenças humanas e sociais; procuram viver na fidelidade ao Papa, seguindo a doutrina da Igreja e seguem  uma organização destinada a coordenar, animar, apoiar, servir e manter a sua unidade. Essa unidade é constituída e formada pelo desejo de progredir juntos na fidelidade ao espírito e aos seus métodos, que partem de uma Organização Internacional , Super-Região no Brasil,  Província, Região (a do RN tem à frente o casal Dalva e Paulo),  Setor e Equipe, formada após passar por uma experiência comunitária. A seguir, fotos de evento das Equipes em Ceará-Mirim,  denominado Pós-EACRE, realizado no último final de semana.



Escrito por Blog CHAMINÉ dia 19/03/07

21/3/07

Juvenal Antunes II

ARTE E CULTURA EM ENDEREÇO PRIVILEGIADO
No coração do Circuito Cultural da Gameleira, Jorge Viana, Glória Perez, Binho Marques e convidados inauguram sede da Fundação Elias Mansour

Edmilson Ferreira


O governador Jorge Viana, a escritora Glória Perez, autoridades do Estado e do município de Rio Branco, além de artistas e intelectuais participaram nesta segunda-feira da inauguração da nova sede da Fundação Elias Mansour, evento que homenageou o poeta Juvenal Antunes, que morou naquele prédio quando ali funcionava o Hotel Madrid, às margens do rio Acre, no Segundo Distrito.

“Boêmio inveterado, irreverente e anarquista, Juvenal Antunes escandalizava a sociedade acreana do começo do século com a defesa do amor livre”, descreveu uma vez a novelista Glória Perez, autora de ´Amazônia – de Galvez a Chico Mendes´, a minissérie que contará a história do Acre e seus belos personagens. Entre eles está Juvenal Antunes, que teve estátua esculpida por Cristhina Motta na entrada da nova sede da FEM.

O prédio agora é o endereço definitivo da cultura do Acre e não somente um escritório de administração. No acesso, uma galeria permanente de artes plásticas. Mais adiante, o visitante encontra o setor administrativo. Localizada na rua Eduardo Assmar, que aos poucos vai se transformando no Circuito Cultural da Gameleira, a FEM agora ocupa o prédio do antigo Hotel Madrid, onde moraram Juvenal Antunes e seus ídolos inseparáveis - Laura, a musa distante e o ócio, presença constante.

A presença de Glória Perez, acreana que consegue fazer milhões de pessoas atentarem durante meses e meses à telinha da TV Globo, deu um brilho especial à festa. O antigo prédio do Madrid foi revitalizado ao longo de mais de seis meses para abrigar a FEM e consolidar a política de suporte às artes e ao pensamento: agora, a intelectualidade acreana possui um endereço de fato e de direito. O governo do Estado adquiriu o prédio de seus proprietários. A herdeira, dona Ida Rodrigues, com seus 92 anos, esteve presente e recitou quadrinhas de Antunes. “Ele era muito pornográfico”, disse ela, tia de Glória Perez. Ida foi proibida pelo marido de ficar muito tempo perto do poeta.

A estátua de Juvenal Antunes mostra-o conforme foi na boa parte da vida: de robe, com uma caneca de cerveja (“era a Gato Preto, Ga-to Pre-to, enfatizou a escritora Florentina Esteves, que também conheceu Antunes), uma caneta e um caderno. O ator Ivan de Castela apresentou uma belíssima perfomance do poeta, bêbado, satírico e anarquista - uma loucura para o Acre daqueles tempos.

“Cresci ouvindo as histórias dele”, disse Glória Perez. De fato, segundo os que o conheceram de perto, mais que um afeito à preguiça era um homem de alma generosa, que por isso atraia a atenção das pessoas - e sua pessoa paradoxal parece ter inspirado a frase de Jorge Viana na reinauguração da FEM: “aqui é a casa do possível e do impossível”.

Almoço - Jorge Viana e Binho Marques receberam a novelista Glória Perez em almoço na segunda-feira no Palácio Rio Branco. À noite, ela foi mais uma vez homenageada, junto com intelectuais e os dirigentes que passaram pela FEM como Gregório Filho, Toinho Alves, Elias Mansour, Armando Nogueira e José Matias. A placa de reinaguração da Fundação Elias Mansour traz um texto do jornalista acreano Armando Nogueira sobre Juvenal Antunes. “Foi o grande trovador de minha infância”, diz Nogueira, completando com uma biografia do escritor boêmio.

http://www.ac.gov.br/home/novasedefem.html

Laura

Falam de ti, de mim, de nós ... Quem há de
Tentar fechar as bocas viperinas?
Cada dia, mais cresce a intensidade
Do meu desprezo às almas pequeninas.

És a maior de todas as heroínas,
Com esse desdém e essa serenidade!
Que eu beije sempre as tuas mãos divinas
Minha dor! Meu prazer! Minha saudade!

Façamos deste amor um relicário,
A pirâmide, o túmulo, o sacrário,
Onde a nossa paixão seja guardada!

Vamos, Laura, assim por toda a vida!
E, embora nunca sejas a Possuída,
Para mim, sejas sempre a Desejada!
 

20/3/07

Juvenal Antunes I

O cearamirinense Juvenal Antunes é um dos novos personagens da mini-serie Amazonia. Nascido no engenho Oiteiro, em Ceará-Mirim, no dia 29 de abril de 1883, formou-se em Direito em Pernambuco e mudou-se para o Acre para exercer a função de Promotor de Justiça. Durante sua vida, Juvenal Antunes foi um boêmio irrecuperável. Ele também teve um amor não correspondido, que foi a sua eterna amada Laura. Para ela, escreveu diversas poesias, além de outros três livros.

Juvenal Antunes morreu no dia 30 de abril de 1941, na Santa Casa de Misericódia, de Manaus. Muito doente, ele havia partido do Acre no navio Belo Horizonte, rumo ao Rio Grande do Norte. Queria voltar a Ceará-Mirim, sua inesquecível terra natal.

Elogio à preguiçfoi o poema que levou Juvenal Antunes à fama.

fonte :Carlos Magno Araújo -Diario de Natal

ELOGIO À PREGUIÇA

Bendita sejas tu, Preguiça amada,  Que não consentes que eu me ocupe em nada!

Mas queiras tu, Preguiça, ou tu não queiras,  Hei de dizer, em versos, quatro asneiras.

Não permuto por toda a humana ciência  Esta minha honestíssima indolência.

 Lá esta, na Bíblia, esta doutrina sã:

-Não te importes com o dia de amanhã.  Para mim, já é grande sacrifício

Ter de engolir o bolo alimentício.  Ó sábios , daí à luz um novo invento:

A nutrição ser feita pelo vento!  Todo trabalho humano, em que se encerra?

Em na paz, preparar a luta, a guerra!  Dos tratados, e leis, e ordenações,

Zomba a jurisprudência dos canhões!  Juristas, que queimais vossas pestanas,

Tudo que legislais dá em pantanas.  Plantas a terra, lavrador? Trabalhas

Para atiçar o fogo das batalhas...  Cresce o teu filho? É belo? É forte? É loiro?

- Mas uma rês votada ao matadouro! ...  Pois, se assim é, se os homens são chacais,

Se preferem a guerra à doce paz,  Que arda, depressa , a colossal fogueira

E morra assada, a humanidade inteira!  Não seria melhor que toda gente,

Em vez de trabalhar, fosse indolente?  Não seria melhor viver à sorte,

Se o fim de tudo é sempre o nada, a morte?  Queres riquezas, glórias e poder? ...

Para que, se amanhã tens de morrer?  Qual mais feliz? O mísero sendeiro,

Sob o chicote e as pragas do cocheiro,  Ou seus antepassados que, selvagens,

Viviam, livremente, nas pastagens?  Do Trabalho por serem tão amigas,

Não sei se são felizes as formigas!  Talvez o sejam mais, vivendo em larvas,

As preguiçosas, pálidas cigarras!  Ó Laura, tu te queixas que eu, farcista,

Ontem faltei, à hora da entrevista,  E, que ingrato, volúvel e traidor,

Troquei o teu amor - por outro amor...  Ou que, receando a fúria marital,

Não quis pular o muro do quintal.  Que me não faças mais essa injustiça! ...

Se ontem não fui te ver - foi por preguiça.  Mas, Juvenal, estás a trabalhar!

Larga a caneta e vai dormir... sonhar ...

 Poema publicado no blog chamine dia 14/03/07

Voltar

 

19/03/07

DICAS GASTRONÔMICAS

A CEBOLA NA CULINÁRIA UNIVERSAL

AO DESCASCAR - Ao descascar uma cebola, coloque um palito de fósforo virgem, isto é, que ainda não tenha sido usado, entre os dentes. O enxofre da cabeça do palito absorverá os gases da cebola, evitando, instantaneamente, que os seus olhos comecem a lacrimejar.

LÁGRIMAS - Outra dica para evitar lagrimas, é colocar uma bolinha de miolo de pão na ponta da faca com que estiver cortando as cebolas.

NÃO RESSECAR - Quando se usa apenas a metade de uma cebola, a outra parte nem sempre pode ser aproveitada, pois resseca facilmente. Evite que isto aconteça, passando um pouco de manteiga na parte em que a cebola foi cortada.

PALADAR - Para dar um bom paladar as cebolas, experimente mergulhá-las durante 20 minutos, antes de cozinhar, numa vasilha com água quente e sal. Vai ficar gostosíssima.

UM SANTO REMÉDIO - Eis um remédio que não falha. Quando você estiver rouco ou com dificuldade de falar, é só tomar um chá da casca da cebola. É tiro e queda. Muito usado por cantores profissionais.

Fonte: Hemetério Gurgel (Sabor & Saber – JH/Natal)



 publicado no blog CHAMINÉ 13/03/07

18/03/07

Hipertensão

A hipertensão arterial ou pressão alta, é uma doença que ataca os vasos sangüíneos, coração, cérebro, olhos e pode causar paralisação dos rins. Ocorre quando a medida da pressão se mantém freqüentemente acima de 140 por 90 mmHg. Essa doença é herdada dos pais em 90% dos casos, mas há vários fatores que influenciam nos níveis de pressão arterial, entre eles:

- fumo, consumo de bebidas alcoólicas, obesidade, estresse, grande consumo de sal, níveis altos de colesterol, falta de atividade física;

- além desses fatores de risco, sabe-se que sua incidência é maior na raça negra, aumenta com a idade, é maior entre homens com até 50 anos, é maior entre mulheres acima de 50 anos, é maior em diabéticos;

Sintomas:

Os sintomas da hipertensão costumam aparecer somente quando a pressão sobe muito: podem ocorrer dores no peito, dor de cabeça, tonturas, zumbido no ouvido, fraqueza, visão embaçada e sangramento nasal.

Prevenção e controle:

A pressão alta não tem cura, mas tem tratamento e pode ser controlada. Somente o médico poderá determinar o melhor método para cada paciente, mas além dos medicamentos disponíveis atualmente, é imprescindível adotar um estilo de vida saudável:

- manter o peso adequado, se necessário, mudando hábitos alimentares;
- não abusar do sal, utilizando outros temperos que ressaltam o sabor dos alimentos;
- praticar atividade física regular;
- aproveitar momentos de lazer;
- abandonar o fumo;
- moderar o consumo de álcool;
- evitar alimentos gordurosos;
- controlar o diabetes.

 IMPORTANTE

  •  Somente um médico pode diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 

Créditos: Biblioteca Virtual em Saúde do Ministério da Saúde

Voltar

17/03/07

A CAMINHADA É FÁCIL E EFICIENTE

Pode não parecer, mas caminhar é uma atividade física muito eficiente. Estudos revelam que andar melhora o condicionamento cardiovascular, reduz a gordura corporal, combate a osteoporose e resulta em bem-estar psicológico.

E é por ter todos estes resultados positivos que a caminhada se transformou numa das principais armas contra a depressão. Em quase todos os casos, é a primeira medida que o médico indica ao paciente com este tipo de problema.

Pesquisas científicas mostraram também que pessoas que caminham regularmente têm um aumento na taxa de HDL - conhecido como "bom colesterol", aquele capaz de prevenir problemas cardíacos. Mas para quem está mais preocupado em perder aquelas gordurinhas, uma boa notícia: dependendo da intensidade e da inclinação do terreno, uma pessoa de estatura média pode gastar algo em torno de 400 kcal por hora!

Contudo, quando você for caminhar, lembre-se de beber muita água - antes, durante e depois da atividade física -, use roupas frescas e leves e calce um tênis adequado. Comece num ritmo mais lento, respeitando os limites do seu corpo, depois aumente aos poucos a velocidade e a duração do exercício.


CAMINHAR É UMA DAS MELHORES MANEIRAS DE SE MANTER EM FORMA

Indivíduos que a partir dos 30 anos de idade começam a engordar, principalmente na cintura, têm colesterol alto, aumento de pressão arterial, roncam mais e estão mal condicionados fisicamente devem começar um programa de condicionamento físico regular.

Nosso corpo foi fabricado originalmente para se exercitar diariamente.

A partir dos 30 anos, perdemos músculo, e quanto menos massa muscular, menor será o gasto de calorias em repouso. Não podemos nos dar ao luxo de fazer apenas duas caminhadas por semana e achar que estamos protegidos; é como se o corpo trabalhasse fora das especificações do "Manual de Fabricação". O efeito do exercício físico só dura 48 horas, por isso é importante que a atividade física seja regular e constante.

A associação de atividade física diária e dieta alimentar equilibrada é o melhor remédio para recuperar pessoas com doença coronariana ou que sofreram infarto e outros problemas cardíacos. Além disso, esta também é a fórmula para se prevenir de doenças cardíacas.


MUDANDO OS HÁBITOS

* Se você utiliza transporte público, desça um ponto antes o faça o restante do trajeto a pé. S

* Se você dirige até o trabalho, caminhe durante 15 minutos antes de entrar no carro. Você também pode estacionar a um ou dois quarteirões de distância do seu local de trabalho e caminhar.

* Quando usar o elevador, desça dois andares antes e use as escadas ou, então, nem o utilize...


AS VANTAGENS DA CAMINHADA...

Caminhar somente durante 30 minutos por dia ajuda a:

- prevenir ataques e problemas cardíacos
- controlar a pressão arterial
- reduzir os níveis de colesterol
- tonificar os músculos e fortalecer os ossos
- aumentar os níveis de energia e tirar mais proveito da vida
- controlar o peso
- melhorar o sono
- aumentar o bem-estar físico e mental


COMO CRIAR O HÁBITO DE CAMINHAR

Comece devagar, apreciando o que está a sua volta e, gradualmente, estabeleça meia hora de caminhada por dia.

Use sapatos e roupas confortáveis e faça alongamento antes e depois da caminhada.

Beba um copo d´água antes e depois de caminhar, e evite trajetos longos depois das refeições - o melhor horário para caminhar é pela manhã.

Dê passos moderados no início e no final da caminhada, e lembre-se: caminhar com outras pessoas é bem mais agradável do que sozinho.

* Elisabete Fernandes Almeida

Voltar

16/3/07

 

Bush e Ceara Mirim

A recente visita do presidente americano foi destaque na imprenssa mundial, como também as manifestações contrárias a  Bush. Nessa visita ,   o  presidente americano Jorge W. Bush firmou uma

parceria com o governo brasileiro sobre o etanol. O objetivo do acordo  é aumentar a produção de etanol no Brasil e levar a tecnologia brasileira para países da América latina. O Brasil  é  o líder mundial na produção de etanol, seguido pelos Estados unidos. Juntos ,  Brasil e Estados Unidos são responsáveis por 75% da produção mundial de etanol.

      A diferença do etanol brasileiro para o americano  é  que o brasileiro  é  feito da cana-de-açúcar, enquanto que o etanol americano  é  feito do   milho. O etanol  proveniente  da cana-de-açúcar  é  tres vezes mais eficiente que o produzido do milho. A diferença principal est á  no preço ;  o etanol brasileiro  é  tres vezes mais barato que o etanol americano. O Brasil também   é  líder na exportação de etanol, enquanto a produção americana não  é  suficiente para atender sua demanda interna. O produto brasileiro  é  super taxado para entrar no mercado americano, isso dificulta a exportação brasileira devido a uma concorrência desleal com o produto americano. A gasolina brasileira tem em torno de 23% de etanol, enquanto que a americana tem até  10%. No Brasil 2 em cada 3 carros vendidos são flexpower, estes podem utilizar tanto etanol  quanto  gasolina. Nos Estados Unidos não existem carros que usem apenas etanol.

         O grande trunfo do etanol  é  que ele  é  feito de fonte renováveis, enquanto que os demais combustíveis são feitos de fonte fósseis como o petróleo. O petróleo está  presente ,  em grande  escala,  em países do oriente médio, que estão em constante tensão,  bem como em países como a Venezuela ,  que tem a  frente o presidente Hugo Chaves,  o maior rival   do Governo americano na América do Sul. Mas o que a recente viagem do presidente Americano tem  a ver  com Ceará   Mirim? Ceara mirim sempre foi conhecido por sua produção de açúcar e etanol. A usina açucareira  vale do Ceará  Mirim já foi uma empresa muito  importante para  o município. Hoje  encontra -se em visível  decadência.  A atual situação não parece ter como causa a falta de mercado,  já que este está em constante crescimento, mas sim  por  problemas administrativos. Se bem aproveitado pela empresa , esse retorno do álcool combustível pode gerar empregos para  todo o Município.  Em consequência, o dinheiro em circulação aumentaria, criaria condições para que outras empresas se instalasem na cidade, gerando uma provável melhoria na qualidade de vida da população.

      É claro que existem os críticos , que  defendem a idéia de  que isso só beneficiara os empresários e  que  a maioria  das pessoas  só seria  contemplada com empregos perigosos, como "cortador de cana" . Isso é seguramente o outro lado da situação. Mas, para que isso mude é necessário, pelo menos, que o Município retome seu posto de grande produtor e exportador. Ou será que ninguém mais se lembra que Ceará Mirim já ocupou a honrosa posição de terceira cidade mais rica do Rio Grande do Norte? Quanto aos cortadores de cana, que trabalham sem as mínimas condições de segurança, e  ainda são  muitas vezes  submetidoss a  uma carga laboral sobre-humana, cabe aos sindicatos lutarem por melhores condições de trabalho. O mesmo princípio precisa ser defendido, no sentido das empresas oferecerem qualificação para esses funcionários.

      Críticas à parte, é necessário que se tenha em mente a luta pela obtenção de mais postos de trabalho no Município, bem como a formação de grupos organizados que defendam os direitos dos trabalhadores. O que não se pode fazer é deixar passar o cometa da valorização do etanol, sem pegar uma carona.Se os governantes têm a mesma visão, defendida nesse texto, só esperando, para ver.

 

escrito por jailson nascimento

                e Veronica Fernandes

Voltar

  

 

 

Cuidado!!! Você pode ser a próxima vítima do golpe via telefone.

 

Infelizmente, nós cearamirinenses não estamos imunes aos golpes que estão acontecendo em todo o Brasil. São dois ,basicamente, os tipos de golpe que estão tirando o sono dos brasileiros . Um é o tão falado  falso seqüestro, em que os bandidos ligam para as pessoas, geralmente de madrugada, e dizem estar com alguém da família seqüestrado, exigindo dinheiro, cartões de celular etc para poder libertar a suposta vítima.O outro é mais recente, dizem que você está participando de uma promoção e que para ganha-lá terá que comprar cartões de celular e passar os códigos para eles.

 

Lendo isso você certamente está pensando: Nunca cairei num golpe desse!!! Mas as estatísticas mostram que um número cada vez maior de pessoas estão caindo nos golpes.

Primeiro porque elas não estão ligadas nos noticiários que sempre alertam sobre esses infortúnios e em segundo lugar porque os bandidos usam de truques que enganam até os mais esclarecidos, exemplo: eles ligam de madrugada , e pegam a vítima ainda  sonolenta, sem muito raciocínio e então fica fácil enganá-la.

Recentemente, chegou em meu comércio um cliente que estava caindo num golpe desses. Ele estava prestes a ganhar um carro, bastava apenas comprar vários cartões e passar os códigos para o homem que dizia ser da SBT. O mais incrível de tudo é que o mesmo foi alertado pelo vendedor e ainda assim não se convenceu da armadilha em que se encontrava.

Saiu da loja sem comprar os cartões, pois estava constrangido pelo aviso do vendedor, porém foi direto em outra loja e , infelizmente, caiu na armadilha.E esse não foi o único caso que tive conhecimento aqui em Ceará-Mirim,  leia o artigo seguinte e tome muito cuidado para não ser a próxima vítima.

 

Everaldo Leocadio.

Everaldo@cearamirim.com

 Voltar

10 MANEIRAS PARA
EVITAR CAIR NO GOLPE

1. Conheça os "scripts" mais comuns
Embora varie nos detalhes, a história dos golpistas é sempre a mesma. Acompanhe as notícias sobre os golpes para se manter informado sobre as novas versões

2. Não receba ligações a cobrar
Se o interlocutor for desconhecido, desligue. Policiais e bombeiros não telefonam para informar sobre acidentes (a tarefa cabe aos hospitais) nem, muito menos, ligam a cobrar

3. Não ajude o bandido dando-lhe informações
– Sua filha sofreu um acidente.

– A Fernanda? O que aconteceu com a Fernanda?

O nervosismo faz com que muita gente, sem perceber, acabe passando aos bandidos informações que serão usadas para pressioná-las. Em nenhuma hipótese revele nomes de parentes a desconhecidos ao telefone

4. Tire os adesivos do carro
Adesivos com o nome da academia de ginástica ou da faculdade, assim como placas que reproduzem o apelido dos motoristas (BIA, LEO etc.) e páginas no Orkut são preciosas fontes de informação para os bandidos. Evite e peça aos seus filhos para evitar

5. Oriente também os idosos
Tanto ou mais do que crianças e empregadas, são as pessoas idosas da família as mais vulneráveis à manipulação dos bandidos. Muitas vezes, por se sentirem sozinhas, elas podem prolongar conversas com desconhecidos e acabar por municiar criminosos

6. Pare para raciocinar
O pânico diante da possibilidade de um parente estar acidentado ou seqüestrado faz com que muitas pessoas deixem de tomar atitudes óbvias, como checar se a informação é verdadeira. Segundo a polícia, freqüentemente as vítimas deixam de ligar para o suposto seqüestrado não porque são impedidas de fazê-lo, mas porque a idéia não lhes ocorre

7. Desobedeça ao bandido
Ligue para o suposto seqüestrado ainda que o bandido diga para não fazê-lo. Se conseguir contato, o caso está resolvido. Se não, tente um amigo ou parente dele. A hipótese de um seqüestrador real fazer essa ameaça é remota – bandidos não vão matar a vítima, e perder seu trunfo, só porque o celular dela tocou

8. Desconfie de ligações longas
Segundo estatísticas da polícia, 90% dos primeiros contatos telefônicos feitos por seqüestradores reais duram menos de um minuto. Por temerem ser rastreados, eles nunca fazem ligações longas

9. Duvide do choro das vítimas
Apelos chorosos de supostos seqüestrados têm sido usados com freqüência pelos golpistas. A polícia sabe que raramente seqüestradores de verdade telefonam do mesmo lugar em que está a vítima. Sabem que podem ser rastreados e ter o cativeiro descoberto

10. Dê queixa na polícia
Se você cair no golpe, não deixe de prestar queixa na polícia. De posse de informações como o número de origem da chamada criminosa ou o número da conta em que o "resgate" foi depositado, a polícia pode identificar o criminoso e evitar que mais pessoas sejam vítimas dele

Fontes: delegados Youssef Abou Chahin, diretor do Deic, e Wagner Giudice, diretor da Divisão Anti-Seqüestro

  Voltar

12/03/07

 

Rodolfo Garcia

 Rodolfo Augusto de Amorim Garcia nasceu em Ceará Mirim, Rio Grande do Norte, a 25 de maio de 1873. Filho de Augusto Carlos de Amorim Garcia e de Maria Augusta de Amorim Garcia. Por desentendimentos políticos deixou sua terra muito cedo indo morar em Pernambuco. Pretendendo seguir a carreira das armas cursou o Colégio Militar do Ceará e a Escola Militar no Rio de Janeiro, de onde acabaria sendo desligado. Retornando ao Nordeste, matriculou-se na Faculdade de Direito do Recife de onde saiu, bacharel e doutor em 1908. Ainda estudante colaborou no jornal Estado de Pernambuco; e na revista Cultura Acadêmica. Em Pernambuco lecionou História, Geografia, Francês e Português nos Colégios Wolf e Santa Margarida. Na década de 1910 radica-se no Rio de Janeiro. Na época passou a colaborar em vários jornais, revistas e boletins publicados por instituições culturais. Dividiu com Capistrano de Abreu a árdua tarefa de anotar a 3ª edição da História Geral do Brasil. Foi eleito para a Academia Brasileira de Letras em 2 de agosto de 1934. Assumia na época a direção do Museu Histórico Nacional. Pertencia Rodolfo Garcia ao quadro social do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro desde agosto de 1921. Apesar de nunca ter escrito nada sobre o Rio Grande do Norte, foi autor de várias obras que são referências para estudantes e pesquisadores do Brasil e do mundo, dentre elas “Ensaio sobre a História Política e Administrativa do Brasil (1500-1810), editado em 1956. Lamenta-se que tenha perdido o contato com suas origens. Segundo o acadêmico Murilo Melo Filho, Rodolfo Garcia era um homem frio e fechado, ríspido e quase rude, de trato difícil, parecia estar sempre com raiva. Faleceu no Rio de Janeiro a 14 de novembro de 1949. Atualmente, um dos seus netos, Luiz Garcia é jornalista e trabalha no jornal O Globo (RJ). A Biblioteca da Academia Brasileira de Letras, considerada uma das melhores e mais modernas do país tem hoje o nome de Rodolfo Garcia.

FONTE: DN EDUCAÇÃO - Dez/2006- pgs 18 e 19

Publicado no blog chamine em 11/03/07

Voltar

10/3/07

(Veja mais na sessao fotos)

ADEUS A MEMÓRIA POPULAR EM CEARÁ-MIRIM. SERÁ? 
 

As comunidades de Umburana e Trigueiro estão desaparecendo do mapa do Município de Ceará-Mirim. Com ajuda de máquinas, estão “deletando” árvores, casas, rios... A memória popular. A cultura ceará-mirinense está ficando mais pobre. O meio ambiente está ficando mais triste. A degradação que está sendo praticada pela Usina São Francisco vai causar a morte de vários animais... Racionais e irracionais. As casas dos moradores estão sendo derrubadas. As mangueiras, cajueiros, umbuzeiros centenários, todos no chão... Deitados sem vida. O patrimônio arquitetônico também é alvo da tirania em questão. As casas dos antigos moradores poderiam ser recuperadas, como fez o proprietário do Engenho Verde Nasce, Herbert Dantas Júnior (última foto) e transformadas em “quiosques” nos quais seriam expostos produtos de artistas da nossa terra, passariam a compor o roteiro turístico rural. Lá, nessas duas comunidades, estão localizados vários tesouros arquitetônicos, que fazem parte da nossa história recente: a Casa Grande do Engenho Trigueiro, construída em 1910 e Casa Grande do Engenho Umburanas, a antiga Capelinha com seu cemitério de anjinhos. Sem contar com a Escola Municipal Nalva Xavier (na qual fiz o primário). Penso que nós, que tanto amamos esta cidade e a sua História, podemos fazer alguma coisa para impedir o crime cometido contra nossos filhos e netos... O de não poder ver parte do nosso passado. È nossa a responsabilidade! 

Francisco Navegantes. 

Voltar

9/3/07

Compraram nosso futuro! 

              Tudo igual outra vez, quase do mesmo jeitinho, apenas com menos propaganda devido à mini reforma, que proibiu os outdoors e manteve o irritante carro de som ( que saco escutar o que não se quer ouvir!!!). Pois é, o povo não mudou. Nossos representantes são os piores, ou melhor, os menos preparados. Ou ainda, os mais abastados e mais desconhecedores dos problemas reais do nosso povo. Falo do resultado das últimas eleições, onde vimos,  perplexos,  “filhinhos do papai” sendo eleitos para deputado federal e estadual. Fábio Faria, Walter Alves, Felipe Maia, Márcia Maia, João Maia, entre outros. Que classe esses políticos representa? Que futuro podemos  esperar? Quais projetos de melhoria para a população mais carente podem surgir? Pois é, eles são os detentores do poder, vivenciam o lado bom da sociedade e são representantes legítimos do continuísmo político que aí está, cheio de sujeiras e vazio de mudanças! Mas de quem é a culpa dessa escolha errada da maioria da  população? Como pode  a grande maioria da população sofrer tanto, pagar tanto imposto, ter tão pouca segurança, saúde, educação e ainda  optar por manter essa turma no poder? Seria a desinformação,  a falta de cultura, ou  seria o desconhecimento da importância dessa escolha? Talvez  seja o ôba ôba que envolve a  campanha, ou as festas que iludem nossos jovens, onde são criadas de última hora as “força jovens”. Fico triste quando vejo tanta “gente boa” em carreatas eufóricas, se doando, batendo carro, brigando, dando o melhor de sí em prol justamente desses candidatos!  Disse certa vez um amigo educador: “ Ideologia não combina com sobrevivência!”. Isto mesmo, esse povo das carreatas estão em troca dos velhos cargos comissionados. Sinceramente, ora quero acreditar que o povo é massa de manipulação, que é vítima do sistema que domina e impõe, mas ao mesmo tempo não consigo entender como se apanha tanto e  continua no mesmo erro, parece até mulher de malandro!!! O pior disso tudo é que somos todos vítimas dessa má escolha, pois esses políticos criarão ( ou seria “copiarão”?) os projetos que atingirá toda a população, independente de quem os elegeu!!!

                    Na busca para essas respostas, vejo que a compra dos votos, abertamente, descaradamente e na ciência de todos ( pois é, todos sabem até o preço por cabeça, que inclusive já está bem inflacionado atualmente!) é talvez o grande fator determinante desses resultados: existe uma teia  de logística, onde caciques políticos recebem e distribuem grana com ramificações menores até chegar ao desesclarecido eleitor, que copiosamente se vende . Não se queixem do futuro, a eleição é hoje uma grande feira a céu aberto da consciência do povo!!! 


 

 Por Alexandre Leocádio 
E-mail: leocadiocd8@hotmail.com 

Voltar

8/3/07

 Dia internacional

 da Mulher

 

O Dia Internacional da Mulher é celebrado a 8 de Março de todos os anos. É um dia comemorativo para a celebração dos feitos econômicos, políticos e sociais alcançados pela mulher. De entre outros eventos históricos relevantes, lembra-se do incêndio na fábrica da Triangle Shirtwaist (Nova Iorque, 1911) em que 129 mulheres perderam a vida.

A idéia da existência de um dia internacional da mulher foi inicialmente proposta na virada do século XX, durante o rápido processo de industrialização e expansão econômica que levou aos protestos sobre as condições de trabalho. As mulheres empregadas em fábricas de vestuário e indústria têxtil foram protagonistas de um desses protestos em 8 de Março de 1857 em Nova Iorque, em que protestavam sobre as más condições de trabalho e reduzidos salários. As protestantes foram trancadas no interior da fábrica pelos patrões e pela polícia. Estes mesmos atearam fogo no prédio. 129 trabalhadoras morreram carbonizadas.

Muitos outros protestos se seguiram nos anos seguintes ao episódio de 8 de Março, destacando-se um outro em 1908, onde 15.000 mulheres marcharam sobre a cidade de Nova Iorque exigindo a redução de horário, melhores salários, e o direito ao voto. Assim, o primeiro Dia Internacional da Mulher observou-se a 28 de Fevereiro de 1909 nos Estados Unidos da América após uma declaração do Partido Socialista da América. Em 1910, a primeira conferência internacional sobre a mulher ocorreu em Copenhague, dirigida pela Internacional Socialista, e o Dia Internacional da Mulher foi estabelecido. No ano seguinte, esse dia foi celebrado por mais de um milhão de pessoas na Áustria, Dinamarca, Alemanha e Suíça, no dia 19 de Março. No entanto, logo depois, um incêndio na fábrica da Triangle Shirtwaist mataria 140 costureiras; o número elevado de mortes foi atribuído às más condições de segurança do edifício. Além disto, ocorreram também manifestações pela Paz em toda a Europa nas vésperas da Primeira Guerra Mundial.

Na Rússia, as comemorações do Dia Internacional da Mulher serviram de estopim para a Revolução russa de 1917. Depois da Revolução de Outubro, a feminista bolchevique Alexandra Kollontai persuadiu Lenin para torná-lo num dia oficial que, durante o período soviético permaneceu numa celebração da "heróica mulher trabalhadora". No entanto, o feriado rapidamente perderia a sua vertente política e tornar-se-ia numa ocasião em que os homens manifestavam a sua simpatia ou amor pelas mulheres da sua vida — um tanto semelhante a uma mistura dos feriados ocidentais Dia das Mães e Dia dos Namorados. O dia permanece como feriado oficial na Rússia (bem como na Bielorrússia, Macedônia, Moldávia e Ucrânia), e verifica-se pelas ofertas de prendas e flores dos homens às mulheres (quaisquer mulheres). Quando a Tchecoslováquia integrou o Bloco Soviético, esta celebração foi apoiada oficialmente e gradualmente transformada em paródia — ver MDŽ.

No Ocidente, o Dia Internacional da Mulher foi comemorado durante as décadas de 1910 e 1920, mas esmoreceu. Foi revitalizado pelo feminismo na década de 1960. Em 1975, designado como o Ano Internacional da Mulher, a Organização das Nações Unidas começou a patrocinar o Dia Internacional da Mulher.

 Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Voltar

7/3/07

DE OLHO

 Depois de firmar com o Ministério Publico e homologar com a Justiça um termo de ajuste de conduta há aproximadamente dois anos atrás, a industria cerrâmica Santa Rosa vem discumprindo uma exigencia divulgada pela própria empresa em nota à comunidade: a de que a cerâmica seria relocada em nova área a ser licenciada pelo Idema. O prazo da publicação do comunicado venceu-se no último Fevereiro. Enquanto isso a populção tá sofrendo com a poluição provocada pela mesma, como se pode ver pelas fotos do último dia 04 de Março, em noite fria de Ceará-Mirim, onde a fumaça desce formando uma névoa por toda a rua principal. Vamos esperar atitudes por parte da empresa, que apesar de tudo gera emprego e renda para a nossa cidade. Estamos de olho !!!

Escrito por: Alexandre Leocadio

Voltar

6/3/07

Estado inoperante 

 

         Você talvez nem tenha se dado conta mas vou fazer você refletir junto comigo alguns pontos que muitas vezes passam despercebidos ou até mesmo tornam-se “normais” aos nossos olhos, por nos acostumarmos com alguns tipos de coisas. Então vamos lá: perca ( ou seria ganhe?) um pouco do seu tempo para pensar na função social do Estado, que segundo nossa teórica Carta Magna seria de prover as garantias ao exercício dos nossos direitos, como saúde, segurança, educação, etc. Na realidade não há nem se quer respeito ao cidadão:  quantas vezes ligamos nossa tv e nos deparamos com notícias de hospitais superlotados, faltando medicamnetos básicos; casos policiais com acusados que não são penalizados, justiça não sendo feita; colégios da rede pública sucateados e sem professores, muitas vezes funcionando em galpões;  Estradas em péssimo estado, mas mas o IPVA é obrigatório, certo? Haveria talvez fatos pra preencher várias folhas com reclamações! Então para que serve o Estado? Arrecadar impostos exorbitantes tirados dos olhos do trabalhador para se perderem em roubos magníficos e desvios  para caixas dois de partidos, ou ir para paraísos fiscais e serem objeto de investigação teatral e sem finalidade? Ou o Estado serve para abrigar vagabundos que “vestem a roupa de políticos” e assumem cargos públicos pra proveito próprio e dos seus ou ainda favorecerem empresários e vice-versa em negociações de obras públicas desonestas e sem critérios de prioridade? Regular a conduta social seria a principal função do Estado, impedindo com o uso da polícia, que trabalhadores prejudicados em suas atividades reclamem em praça pública por melhores condições? Repressão então seria a função do Estado? Controlar as finanças públicas talvez, mas sempre que um corrupto assume a administração diz que os dois primeiros anos foi pra arrumar a casa ( que seria o Estado!): o antecessor sempre é o culpado e nada é feito! Que lei de responsabilidade fiscal é esta que quase sempre o Estado não a cumpre, ou seu representante legal não é penalizado por não cumprir-la? Será por isso que canalhas se propõe à candidatos: vida fácil ? Cargo publico não deveria ter investidura por concurso público, ou pelo menos que os candidatos tivessem alguma formação específica para o cargo de gestor, com um curso superior em administração por exemplo(contrariando a noção de república!!!)? 

                 Seríamos palhaços cidadãos, coadjuvantes dessa encenação que nos remete ao império romano, escravizados e recompensados com pão e circo? Assistir a tudo isso de braços cruzados é nossa real função? Até onde iremos suportar tudo isso? A história nos mostra que diante de situações de extrema opressão o povo reage com revolução, mas seria essa a saída? O brasileiro é tão pacato que suportaria toda sorte de exploração e nada faria? A verdade é que continuamos, todos, pagando o preço da sujeira imposta pelo Estado e ficando acostumados com o sofrimento! Acorda Brasil!!!

          Por Alexandre Leocádio

     Voltar

Ôba, o lixão é nosso !

            Não sei que  carma é esse, cisma  de não vir desenvolvimento pra Ceará-Mirim. E mais, o que vem é justo o avesso do desenvolvimento. Somos o quintal da grande Natal, isso mesmo, herdamos a incumbência de guardar o resto da sociedade. Tudo o que não presta dos outros guardamos no nosso município, mais precisamente no lixão. Caro amigo, convido você a se preocupar comigo sobre o nosso futuro, pois vejo que as coisas estão um tanto quanto sem rumo. Não sentimos nenhuma boa mudança até agora com a chegada do lixão ( ou aterro sanitário, como preferem outros!). Nos prometeram vantagens em contrapartida à chegada do lixão, alegando que o dito traria empregos à nossa população e haveria uma maior arrecadação para o município. Eu te pergunto: você sabe quanto se arrecada com o lixão? Qual a benesse para a nossa cidade? Pois é, nem eu sei  !!!  Há , e não estou sendo ingrato : as carretas e caminhões que transportam o dito lixo enfeitam nossa paisagem,  aumentam o já congestionado trânsito da BR 406 ( você não percebeu quando foi a Natal?),  desgastam o asfalto com maior rapidez,  “perfumam” nosso horizonte com odores exóticos, atraem animais ( os belos mosquitos em revoada, que vez por outra se chocam em nosso pára-brisa!), enfim, tumultuam nossa vida ! Nossa paisagem se transformou, o  litoral não tinha montanha até então, agora tem e em franco crescimento, notou? E o nosso lençol freático, está sendo protegido? A lagoa de Extremoz, nossa fonte de água,  é bem perto do lixão. Que garantias podemos ter?

                     A coleta e destinação do lixo é um dos problemas da sociedade moderna e deve ser tratado com bastante responsabilidade. Hoje o lixo já é tratado como  fonte de riqueza, a partir da compostagem, reciclagem ou com a produção e comercialização de gás. Aqui, ao contrário, o gás produzido é desperdiçado, chegando gratuitamente aos nossos lares, sem custo algum. Para os menos desavisados o gás produzido a partir do lixo é altamente prejudicial para a camada de ozônio.  Já notou a fragrância  que invade nossas casas em noites frias ? Pois é, imagine o chorume,  liquido proveniente do lixo, que pode contaminar   as águas superficiais e subterrâneas quando infiltrado no solo. O que nos resta fazer? Será que a secretaria de meio-ambiente está atenta às atividades no dito aterro sanitário? Pois é cidadão, levante-se, procure um meio de também fiscalizar, pois uma certeza temos, o prejuízo será de todos !!!

                         

                           Por Alexandre Leocádio

                       e-mail: leocadiocd8@hotmail.com

Voltar

06/03/2007

MAÇONARIA EM CEARÁ-MIRIM

 

Após o período de recesso, volta às atividades nesta terça feira 06/03 a Loja Maçônica Princesa dos Canaviais, fundada em Ceará-Mirim a 15 de setembro de 1987, com o incentivo do saudoso Ubaldo Bezerra de Melo Júnior e um grupo de maçons da Loja Emídio Fagundes de Natal. A instituição recebeu um terreno nas imediações do Clube UNISESP, doado pelo então prefeito Dr. Orione Barreto, (maçom já falecido), para a construção do seu templo, que foi iniciada na gestão do venerável Ubaldo Júnior. 

Passados quase vinte anos, mesmo com o esforço de todos os veneráveis que o sucederam, a construção ainda está longe de ser concluída, devido a dificuldades financeiras.  Os maçons reúnem-se semanalmente, alternando sessões administrativas no templo de Ceará-Mirim (em construção) e ritualísticas na Loja Emídio Fagundes em Natal. O atual venerável, no segundo mandato, com término em junho próximo, é José Edmar de Araújo, maçom procedente de Teresina – Piauí e filiado à Loja. Ele é o sucessor de Carlos Sobral, filho de Rafael Fernandes Sobral. Também já assumiram o “primeiro malhete” Francisco de Assis de Souza (atual gerente da CEF em Ceará-Mirim); Edmilson Ribeiro, Dr. Dinarte Paiva dos Santos (os dois já falecidos); o próprio fundador Ubaldo Jr. e o Dr. Francisco das Chagas de Bastos Filho. A atual Diretoria é composta, além do venerável José Edmar, por Antônio Inácio de Souza (1º Vigilante); Edmar Júnior (2º Vigilante); Francisco Canindé Oliveira da Luz (Dedé Luz) – (orador); Ednardo Bezerra (Secretário); Manoel Ferreira Neto (Ferreirinha) – (tesoureiro) e João Afonso do Amaral (Chanceler). O Deputado da Loja, junto à Assembléia Legislativa Maçônica é o advogado Dr. Victor Teixeira de Vasconcelos. No intuito de dar prosseguimento aos trabalhos de construção do templo, a Diretoria aprovou venda de um terreno que a Loja dispõe na mesma área. Enquanto isso prosseguem as ações de filantropia, um dos objetivos da instituição.

 Escrito por Edvaldo Morais edvaldo@cearamirim.com

Voltar

04/03/2007

CEARÁ-MIRIM NA TERRA DO TIO SAM

    Jailson Nascimento, é de Ceará-Mirirm, trabalha como enfermeiro em um hospital próximo a Chicago (Estados Unidos). Para matar a saudade da terrinha está produzindo um site sobre a cidade: www.cearamirim.com . Para movimentar mais esta mídia espontânea, os cearamirinenses, de onde estiverem podem colaborar com o conterrâneo, enviando notícias, fotos, fatos, curiosidades, enfim tudo sobre a terra dos verdes canaviais. CHAMINÉ se congratula pela iniciativa. A propósito, o Jailson colocou um link no site para nosso Blog e reproduz algumas postagens. Estamos à disposição.

Publicado no blog Chamine em 3/3/2007

Voltar

03/03/2007

 

LAN-HOUSES EM CEARÁ-MIRIM

Em Ceará-Mirim as  Lan-houses ( casas que fornecem serviço de Internet e jogos em rede para computadores) estão surgindo numa velocidade incrível. Quase toda semana novos espaços são inaugurados e o mercado de Lan-houses se mostra promissor também na terra dos verdes canaviais. A 'febre' dos games em rede tomou conta dos aficcionados, especialmente os adolescentes. Muitos preferem ir à Lan-houses, ao invés de jogar em casa, pois podem jogar em rede com os amigos por perto. Com o surgimento desses 'pontos de encontro' a vontade de jogar pela Internet com desconhecidos diminuiu e a procura por Lan-houses que ofereçam jogos como o 'Counter Strike' aumentou consideravelmente. As vantagens para quem procura as Lan-houses não pára por aí. Muitos frequentam esses locais por não possuirem computadores em casa ou até mesmo pelo fato dos equipamentos nas Lan-houses serem superiores aos que possuem em casa, oferecendo joysticks e controles avançados, fones de ouvido especiais, microfone, algumas tem placa de vídeo 3D, processadores de última geração, memória RAM de sobra, um monitor melhor, uma cadeira mais  confortável e uma infinidade de games.  Algumas  oferecem tudo isso em um ambiente com ar-condicionado e grande variedade de doces, salgados, refrigerantes etc. Outras já agendam o “madrugadão”, quando um grupo fica a madrugada inteira nos jogos em rede. Não podemos também deixar de citar o inevitável vínculo de amizade que é criado entre os frequentadores desses locais e que normalmente se inicia com a troca de dicas e experiências nos jogos. 

Veja abaixo algumas Lan-houses que o Blog visitou em Ceará-Mirim:

 

MEGA – (Posto São Pedro – em frente a Escola Estadual Ubaldo Bezerra)

Horário Comercial e oferece o “madrugadão”

LAN GAMES (Kelly Cristina) Rua Boa Ventura de Sá, 383 Centro

Funciona das 08h00 as 22h30 – Fone 9413-1868

LAN HOUSE GAMES (Fabiano) Rua Gal. João Varela 1151

Horário das 08h00 as 22h00 – Fone: 9929-2453

LAN HOUSE JERÔNIMO  (Rua Bela Vista – Próximo ao Hospital Dr. Percílio)

Abre das 08h00 as 23h00

CYBER MANIA – (Lan House e Games) –Rua Manoel Palhano 1621

Fone 3274-2648 – Horário: das 08h30 as 23h00

TEC-MÍDIA (Ronny e Lúcio) R. Gal. João Varela, 700 (Em frente ao SAAE)

Funciona das 08h00 até Zero Hora – Fones: 9416-8474 e 8847-6235

LAN HOUSE CV VARIEDADES – (Paulo Sávio) – Praça Onofre José Soares, 199

Fone: 8846-3837 – Horário: das 08h00 as 22h00

FÊNIX LAN HOUSE (Keque) – Rua Vicente Inácio Pereira, 63 –

Fone 3274-0459.Abre das 08h30 até 22h30

LAN HOUSE DO JOSAFÁ – Rua Oscar Brandão, 792

Fone 3274-3145 Horário: 09h00 as 22h00

LAN HOUSE DA JOSIANE – Rua Leovigídio Cavalcante, 434 

Bairro Nova Descoberta –  Abre das 07h00 as 22h00

CNT LAN-HOUSE (Felipe Augusto) – Travessa São Sebastião, 404

Próximo ao Conjunto Novos Tempos

 

Sem dúvida, as Lan-houses vieram pra ficar aqui na terrinha.

(E.M.)

Publicado no blog Chamine em Fevereiro,2007

Voltar

02/03/2007

ATERRO SANITÁRIO É DESTAQUE NACIONAL

O trabalho realizado em Natal na área de limpeza pública rendeu ao município destaque numa reportagem de quatro páginas da Revista Gestão de Resíduos, uma publicação de circulação nacional especializada em meio ambiente.A matéria mostra o potencial turístico da capital potiguar face as suas belezas naturais e a preocupação da prefeitura da capital em manter a cidade limpa, preservando a qualidade de vida dos moradores e dos mais de dois milhões de turistas que passam por Natal todos os anos.  O  aterro sanitário de Ceará-Mirim, para onde são encaminhados os resíduos sólidos é citado na reportagem como experiência positiva para a preservação do meio ambiente. Diariamente, uma média de 900 toneladas de resíduos domiciliares é encaminhada ao aterro que foi inaugurado em 2004.Outro destaque dado na matéria foi para a coleta dos resíduos hospitalares que é feito por uma empresa especializada que depois de incinerar os resíduos encaminham as cinzas para o aterro sanitário. Enquanto isso, na terrinha...

Voltar

 

02/03/2007

Ceara Mirim em noticia

 Deu na tribuna do norte

Um casarão em situação de pré-ruína

Marcelo BarrosoABANDONO - Casarão está abandonado e precisa de recuperação

25/02/2007 - Tribuna do Norte

Itaércio Porpino - Repórter

"Veio dar uma olhada, foi? Quer ver o museu? Pode vir por aqui”. Maria de Lourdes da Silva, 45 anos, deixou a panela com água fervente no fogo à lenha e arrodeou o casarão para nos recepcionar. Parecia um guia turístico disposto a mostrar cada detalhe da Casa Grande do Engenho Guaporé e contar a história do lugar, que remonta a época mais próspera da cultura da cana-de-açúcar em Ceará-Mirim — dos ricos senhores de engenho e do trabalho escravo.

A história que Maria contou foi a dela mesma. “Estou vivendo aqui faz quatro meses. Vim porque começou a chover e a molhar tudo na casa onde a gente estava. Fica bem aqui perto”, disse, enquanto andava para a varanda onde estava preparando a janta, uma panela de quarenta (espécie de canjica feita com água e massa de cuscuz) para comer com uns peixes voadores fritos. Com os pés descalços, os filhos de Maria a seguiram em fila pisoteando as azeitonas roxas esmagadas no chão.  

Sobre a história do casarão, Maria não soube falar muita coisa. “Sei que muito antigamente aqui moravam uns escravos. Agora é um museu, mas está vazio e abandonado. Nós já encontramos ele assim”, disse. Quando diz nós, a mulher se refere à sua família: o marido Antônio Barbosa Ferreira, 42, e os filhos Solange, 15, Adriana, 9, Luís, 6, Lucas, 5, e Iranete, de 2 anos.

Antônio preparava a terra para plantar milho, fava e feijão. O pensamento dele era se a reportagem, quando publicada no jornal, poderia prejudicá-los. Foi a primeira pergunta que fez. “A gente tá aqui porque não tem pra onde ir”, disse, justificando a preocupação. As outras duas casas que a família morou antes, pertinho do casarão, também foram encontradas ociosas. Maria, Antônio e os filhos passaram algum tempo nelas até que a chuva começou e os obrigou a encontrar outro abrigo.

Antonio conhece melhor que a mulher a história da Casa Grande. “Dizem que antigamente pertenceu ao Barão de Ceará-Mirim, senhor de engenho  poderoso”. Segundo historiadores, a antiga construção é  da metade do século 19. Na época áurea, o barão recebia em sua imponente casa a aristocracia do século 19 para festas pomposas. Hoje, o prédio está em situação de pré-ruina, com as janelas e portas quebradas, sem a parte elétrica e tomada por morcegos e cupins.

Antonio não se considera o atual senhor do lugar não. “Sou apenas o zelador. Isso aqui é da Fundação José Augusto”, disse, enquanto baforava fumaça de um brejeiro. Os poucos pertences e móveis da família dele estão ocupando dois dos muitos cômodos do casarão (que tem mais de 18 contando a parte de cima e o térreo). A comida é preparada na varanda, à lenha.

As crianças estão felizes com o espaço enorme que agora têm para brincar, mas os adultos não se iludem, pois sabem que o lugar não lhes pertence. “A gente não fica tranqüilo nessa situação. Não temos como alugar um canto, vivemos de biscate”, diz Antonio.

O carro de mão encostado num canto é o principal ganha-pão da família. Com ele, a mulher e o marido tiram uns trocados carregando até às casas as compras que as pessoas fazem no supermercado. Até o centro de Ceará-Mirim, são dois quilômetros de caminhada.

Governo pretende restaurar o casarão

A imponente Casa Grande do antigo Engenho Guaporé foi, durante muitos anos, um dos cenários da aristocracia canavieira no século 19. Por volta de 1860, o prédio chegou a abrigar o governador da Província, Vicente Inácio Pereira.

Com o passar do tempo, ficou sem uso. Quase em ruínas, foi restaurado em 1978 pela Fundação José Augusto para abrigar o Museu Nilo Pereira. O tombamento pelo Governo do Estado se deu em 1988.

O Centro de Documentação Cultural Eloy de Souza (Cedoc), ligado à Fundação José Augusto, é responsável pelo museu. O seu coordenador, Eduardo Alexandre, informou que há alguns anos foi necessário tirar os móveis que se encontravam dentro para recuperá-los.

O prédio — ele mesmo reconhece — está em estado de pré-ruina. Depois que o acervo foi retirado e trazido para Natal, o lugar ficou novamente sem uso e o Ministério Público passou a cobrar a reativação do museu. Segundo Eduardo Alexandre, o Governo do Estado, a pedido da FJA, abrirá licitação em breve para que o acervo e as instalações físicas da antiga casa grande sejam recuperados. O acervo é composto por móveis de época que encontravam-se no Palácio Potengi e foram doados pelo político Geraldo Melo. O prédio também pertence a ele e foi cedido à FJA.

Voltar
 

 

<